Blefaroplastia Cirurgia Plástica das Pálpebras

março 20, 2012

 

Blefaroplastia
Cirurgia Plástica das Pálpebras

Consiste no tratamento do excesso de pele e das bolsas de gordura nas pálpebras, com a finalidade de melhorar a estética e promover o reposicionamento palpebral. A blefaroplastia é também indicada no tratamento de alterações como ptose – pálpebra(s) superior(es) caída(s), ectrópio – pálpebra(s) inferior(es) caída(s) e entrópio – pálpebra(s) inferior(es) voltadas para a córnea.

Procedimento Cirúrgico de Blefaroplastia

A blefaroplastia normalmente é realizada com anestesia local, local com sedação ou geral, sempre com a presença de anestesista. A marcação das pálpebras é feita no sulco palpebral superior (dobra das pálpebras) e o excesso de pele é determinado e retirado. Nas pálpebras inferiores, as incisões são junto aos cílios ou internamente. As bolsas podem ser retiradas ou reposicionadas, de acordo com o caso. As suturas são feitas com fios finos, visando minimizar as cicatrizes visíveis. A cirurgia pode ser realizada em caráter ambulatorial. Em casos de anestesia geral, o paciente permanece até 12 horas no hospital.

Pós-operatório da Blefaroplastia

• Manter a cabeça elevada e fazer compressas com água fria ou soro fisiológico sobre as pálpebras para diminuir o edema e aumentar o conforto;
• Evitar a exposição ao sol por 30 dias, no mínimo, e usar óculos escuros para proteger da luz natural e do vento. O paciente deve evitar tocar a região dos olhos;
• De acordo com a evolução do caso, o paciente pode ser liberado para suas atividades normais depois de 4 ou 5 dias, quando diminui o edema (inchaço);
• Somente após o 10º dia pode ser utilizada uma leve maquiagem;
• A retirada dos pontos ocorre a partir de 72 horas e o resultado final da cirurgia é constatado a partir do terceiro mês.