20fev_mitosvdd

Os mitos e verdades sobre a cirurgia plástica

fevereiro 20, 2017

A realização de uma cirurgia plástica não é tão simples quanto dizem e nem tão complicada quanto parece, mas mesmo assim, muitas pessoas desistem do procedimento antes mesmo de se informar sobre os prós, contras, cuidados e recuperação. Para ajudar um pouquinho essa difícil ( ou não) decisão, separamos alguns dos mitos mais difundidos e perguntas mais frequentes.

O inverno é a melhor época para realizar minha cirurgia?
Parcialmente verdade. Não existe nenhuma contraindicação, e as cirurgias podem ser realizadas em qualquer época do ano. Porém, o inverno contribui para o melhor conforto do paciente, principalmente precise ficar de cama ou utilizar alguma cinta, as baixas temperaturas contribuem para uma mulher recuperação. No verão retemos líquidos e inchamos mais facilmente, o que pode gerar desconforto ao paciente recém operado.

A prótese de silicone é a mesma para todo tipo de corpo?
Mito. Existem vários modelos no mercado, com tamanhos e formatos diferentes. Cada paciente deve ser avaliada pessoalmente, com análise da estrutura corporal e medidas de tórax e das mamas, para saber qual o melhor modelo e tamanho de prótese para seu corpo.

As próteses devem ser trocadas a cada 10 anos?
Mito. Atualmente os implantes de silicone são feitos de gel de silicone coesivo, com várias camadas, e não necessitam de troca periódica. O que se recomenda é que sejam feitos exames de controle anuais, como mamografia e ultrassom de mamas para o acompanhamento dessas próteses. A troca torna-se necessária em casos de rupturas ou contraturas capsulares, ou desejo de nova cirurgia plástica.

A lipospiração emagrece?
Mito. O objetivo da cirurgia de lipoaspiração é melhorar o contorno corporal retirando gorduras localizadas que não saem com dietas e exercício físico, portanto, sem a finalidade de emagrecimento.

É verdade que após a lipospiração não é possível engordar novamente no local?
Parcialmente verdade. Nas áreas em que foram feitas as cirurgias de lipoaspiração, nem todas as células de gordura são retiradas, permanecendo uma pequena quantidade de adipócitos no local. Essas células de gordura remanescentes podem aumentar de tamanho com o aumento do peso sim, mas como estão em menor quantidade, o aspecto de engordar na região será mais discreto.

O fumo aumenta o risco de necroses?
Verdade. Na cirurgia, alguns vasos sempre são lesados e os restantes devem estar em perfeita ordem para manter a vascularização da pele. Como a nicotina diminui o calibre dos vasos sanguíneos, fumantes têm um risco muito maior de problemas de cicatrização e morte de tecido (necrose). Por isso, fumantes devem seguir os conselhos médicos e pararem de fumar 30 dias antes a cirurgia, assim como o anticoncepcional.

Tem alguma dúvida acerca de algum procedimento específico? Entre em contato conosco ou agende uma consulta e descubra a melhor intervenção ou procedimento para o que você deseja.